Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f
topo

História

Atualizado em 19/11/14 09:20.

A olimpíada intelectual mais antiga que se tem registro é a Olimpíada de Matemática, que começou a ser realizada em 1894, na Hungria, como uma forma de estimular o interesse dos estudantes por essa disciplina. Somente mais tarde, em 1959, devido ao grande sucesso dessa Olimpíada, realizada até então em âmbito regional ou nacional em alguns países europeus, é que foi instituída a Olimpíada Internacional de Matemática.

Não há registro de quando ocorreram as primeiras Olimpíadas de Física. Muito provavelmente surgiram na Europa. Entretanto, sabe-se que três professores de física do leste europeu – Czeslaw Scislowski (Polônia), R. Kostial (da então – Tchecoslováquia) e R.  Kunfalvi (Hungria) – decidiram organizar uma competição para os melhores alunos de seus  países. Assim, a 1ª Olimpíada Internacional de Física (OIF) ocorreu em Varsóvia, na Polônia, em 1967. De 18 a 27 de julho de 1999, ocorreu a sua 30ª edição na Universidade de Pádua, Itália, com a participação de 66 países e de aproximadamente 300 estudantes. O Brasil participou pela primeira vez enviando um professor como observador. Desde então o Brasil tem participado regularmente desse evento.

No Brasil, as primeiras Olimpíadas de Física ocorreram no Estado de São Paulo nos anos de 1985 a 1987, organizada pelo prof. Shigueo Watanabe, então diretor-executivo da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP). Também, no mesmo período, no Estado do Paraná, organizada pelo professor Dunke da Universidade Federal do Paraná. Ambas foram interrompidas até 1995, por falta de apoio institucional, quando o Centro de Divulgação Científica e Cultural (CDCC) do Instituto de Física de São Carlos da USP, sob a direção do professor Dr. Dietrich Schiel, retomou a realização da Olimpíada de Física no  Estado de São Paulo.

Os Estados do Ceará e da Paraíba, através de suas Universidades Federais, realizam Olimpíadas de Física desde 1993. O mesmo ocorre em Minas Gerais, na Universidade Federal de Juiz de Fora, desde 1994. Em 1998, os Estados da Bahia, Goiás, Pará, Pernambuco e Rio de Janeiro participaram, em caráter experimental, da Olimpíada de Física do Estado de São Paulo, organizada pelo CDCC da Universidade de São Paulo (USP) em São Carlos. No caso da Bahia, por falta de apoio institucional, a Olimpíada ficou restrita à cidade de Salvador e dela participaram 20 escolas de ensino médio com um total de 100 participantes. Em 1999, a Sociedade Brasileira de Física (SBF), com sede na cidade de São Paulo e secretarias regionais em vários Estados do país, resolveu realizar a Olimpíada de Física em âmbito nacional, com a participação de mais de 13.000 alunos inscritos para a primeira fase em
18 unidades da Federação. Atualmente participam todas as unidades da Federação e o Distrito Federal, dentre as quais Goiás tem sido um dos Estados que se destacam tanto na questão de regularidade e número de participantes, quanto no quesito intelectual, já tendo enviado dois alunos para a OIbF como representantes do país, trazendo para Goiás e, consequentemente, para o Brasil uma menção honrosa e uma medalha de ouro.

Listar Todas Voltar